Biografias

Uma coisa que curto ler é biografia: de ídolos, figuras importantes para o cenário da cultura atual e mais.

Recentemente, ao começar com o blog “Literatos…”, eu me lembrei, por ter biografias em casa, da polêmica em torno destas, ocorrida nos idos de 2013/2014.

O fuzuê espiralou por volta da censura prévia às biografias, por parte dos biografados ou aqueles que saíssem na obra, ação defendida por alguns artistas e produtores; e, também, por volta da liberdade de expressão, defendida por jornalistas e muitos biógrafos.

O final da história já sabemos: a liberdade de expressão e o direito do biografado, ou alguém que se sentir atingido em sua honra, fama ou respeitabilidade, recorrer a supressão de trechos da obra, venceu, com uma lei decretada em 2014.

Na minha opinião, rasa, intelectual, quando leio uma biografia, quero saber da verdade sobre a vida daquela personalidade. Não é que queira saber os “podres”. Definitivamente, não! Embora, muita biografia se importe mais em contar os “podres” das personalidades. Mas, só quero saber a verdade. Bem como me preocupo em ser mais verdadeira o possível em tudo que faço.
Porém, se a biografia apresenta uma mentira, dou razão para que se recorra para a supressão de trechos da obra, como daria razão para a censura prévia.

Eu não gostaria de ver mentiras espalhadas por aí sobre ninguém. Mas, já vemos isso por aí. Muito.

Não importa: censura prévia ou liberdade de expressão – a verdade acima de tudo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s